Coordenação local de Radioamadores para as questões relacionadas com a Protecção Civil

A designação popular de radioamador nos países anglófonos é HAM radio que vem da expressão " help all man " ( ajudar sem olhar a quem ).

Prosseguindo nessa filosofia e honrando uma tradição de utilidade pública e um papel reconhecido no salvamento de vidas humanas, a Associação de Radioamadores do Litoral Alentejano está a promover através deste grupo de trabalho um plano e um conjunto de exercícios de coordenação de radioamadores na protecção civil respeitando a organização já existente ao nível concelhio e de organização nacional de radioamadores neste âmbito.

Paralelamente destaca-se ainda a colaboração da A.R.L.A. em dois grupos de trabalho promovidos pelo S.N.B.P.C. e noutras acções desenvolvidas por aquela entidade.

A A.R.L.A. celebrou com a Câmara Municipal de Santiago do Cacém e com o S.N.B.P.C. dois protocolos nesta área.

O Radioamadorismo
Legislação Aplicável
O que é a A.R.L.A. ?
Estatutos/Regulamentos
Plano de Actividades
Notícias da A.R.L.A.
Os eventos da A.R.L.A.
Secção Técnica Temática
Protecção Civil
Utilidades
Ligações com interesse

Neste espaço estarão serão actualizadas as várias informações de domínio público sobre esta iniciativa e o enquadramento das suas actividades.

o Apresentação - Protecção Civil e  Resposta à Emergência ( Acção de formação da A.R.L.A. para radioamadores na Biblioteca Municipal de Santiago do Cacém - 13 de Setembro 2003 - Miguel Andrade CT1ETL )

o Apresentação - Radioamadores e a sua actuação no Futuro Plano Nacional de Emergência ( Representação do Distrito de Setúbal no Seminário Radioamadores e Protecção Civil na Figueira da Foz - 17 de Abril de 2004 - Miguel Andrade CT1ETL )

 

O visitante da Internet consultar ainda os documentos seguintes que visam regular a coordenação local de radioamadores para as questões relacionadas com a Protecção Civil nomeadamente :

o Plano de Emergência para as Telecomunicações da A.R.L.A.

o Procedimento de Resposta à Emergência para as Telecomunicações da A.R.L.A.

o Normas relativas à actuação das Associações de Radioamadores em Acções de Protecção Civil.

o Ordem de Operações do Exercício Nacional SIGEX 2004. ( formato .DOC - " Microsoft Word " )



Planeamento Executivo para o exercício SIGEX 2004 no âmbito da A.R.L.A. 

( Distrito de Setúbal )


Equipa destacada para a operação com responsabilidades específicas :


Miguel Andrade ( CT1ETL ) - CDOS Palmela

Tiago Santos ( CT2HCQ ) - CDOS Palmela

Hélio Pereira ( CT2ENW ) - CDOS Palmela

Luis Caldeira ( CT1GOY ) - viatura SNBPC

José Proença ( CT2HIV ) - viatura SNBPC

Pedro Graça ( CT1ETM ) - Serra da Arrábida

Artur Correia ( CT2GPU ) - Serra da Arrábida

Arnaldo Costa ( CT2GUZ ) - Santiago do Cacém

Fernando Dinis ( CT1DZ ) - Aldeia de Chãos

Francisco Gomes ( CT5IQF ) - Reserva

Marco Oliveira ( CT5IVN ) - Reserva

Fábio ( CT5IVU ) - Reserva



Dia 15-05-2004


Abertura de canal de comunicações em 145,450 MHz FM ( F3E ) às 8:30.

 

Miguel Andrade ( CT1ETL )- chegada ao edifício dos Bombeiros Voluntários de Palmela às 9:30 para reunião.

10:00 início da montagem de uma estação de UHF ( 433,325 MHz ). Substituição dos operadores Tiago Santos ( CT2HCQ ) e Hélio Pereira ( CT2ENW ) para almoço ou intervalos durante o exercício ( entre as 11:00 e as 17:00 ). Coordenação das operações e comunicações via UHF. Desmontagem da instalação no final.

 

Tiago Santos ( CT2HCQ )- chegada ao edifício dos Bombeiros Voluntários de Palmela às 9:30 para reunião.

10:00 início da montagem de uma estação de VHF ( 145,275 MHz ). Operação da mesma durante o exercício ( entre as 11:00 e as 17:00 ) e desmontagem da instalação no final.

 

Hélio Pereira ( CT1ENW )- chegada ao edifício dos Bombeiros Voluntários de Palmela às 9:30 para reunião.

10:00 início da montagem de uma estação de HF preparada para emissão recepção nas faixas dos 40 metros ( 7,090 MHz ) e dos 80 metros ( 3,705 MHz ). Operação da mesma durante o exercício e desmontagem da instalação no final. Levar chave para telegrafia em Código Morse.

 

José Caldeira ( CT1GOY )- chegada ao edifício dos Bombeiros Voluntários de Palmela às 9:30 para reunião.

10:00 início da montagem de uma estação móvel de HF preparada para emissão recepção nas faixas dos 40 metros ( 7,090 MHz ) e dos 80 metros ( 3,705 MHz ) na viatura do SNBPC. Operação da mesma durante o exercício e desmontagem da instalação no final. Levar chave para telegrafia em código Morse.

 

José Proença ( CT2HIV ) - chegada ao edifício dos Bombeiros Voluntários de Palmela às 9:30 para reunião.

10:00 início da montagem de uma estação móvel de VHF e UHF  preparada para emissão recepção nas faixas dos 2 metros ( 145,275 MHz ) e dos 30 centímetros ( 433,325 MHz ) na viatura do SNBPC. Operação da mesma durante o exercício e desmontagem da instalação no final.

 

ATENÇÃO : Todos os operadores destas estações instaladas no CDOS do Distrito de Setúbal e na viatura do SNBPC devem fazer uso obrigatório de auscultadores e tomarem todas as precauções necessárias para operarem as suas estações muito próximos uns dos outros.

Deve ser providenciada uma bateria por equipamento se possível mesmo no caso de instalações de serviço fixo.

 

Pedro Graça ( CT1ETM ) - fica alerta para possíveis contactos a partir das 9:00. Desloca-se para o ponto habitual de emissão do Boletim Informativo mensal da A.R.L.A. para montar a estação de apoio na Serra da Arrábida composta por equipamentos de HF com as antenas para as faixas dos 40 metros e dos 80 metros até às 10:00.

O Pedro terá como responsabilidade as ligações de HF caso falhem as emissões no CDOS em Palmela.

 

Artur Correia ( CT2GPU ) - fica alerta para possíveis contactos a partir das 9:00. Desloca-se para o ponto habitual de emissão do Boletim Informativo mensal da A.R.L.A. para montar a estação de apoio na Serra da Arrábida composta por equipamento de VHF/UHF e respectiva(s) antena(s).

O Artur terá como responsabilidade assegurar os contactos entre o CDOS e a Serra da Arrábida mantendo a ligação de UHF sempre operacional em 433,325 MHz.

Monta a estação de apoio na Serra da Arrábida composta por equipamento de VHF/UHF com possibilidade de efectuar o serviço de repetidor de banda cruzada às 10:00.

 

A estação de apoio da Serra da Arrábida, caso seja necessário, activará o serviço de repetidor em banda cruzada trabalhará com entrada em 433,425 MHz, saída em 145,275 MHz.

A função de repetidor só será activada a pedido do CDOS de Setúbal em Palmela via 433,325. Por esse motivo a estação da Serra da Arrábida deve ter em permanente sintonia esta frequência.

Nesta estação de apoio os seus operadores podem participar no exercício como se estivessem noutro local qualquer, ou seja, no tempo em que não forem solicitados para darem apoio às comunicações a Palmela usam os seus equipamentos para fazerem os contactos Distritais que acharem por bem fazer em todas as frequências do exercício.

 

Arnaldo Costa ( CT2GUZ ) - Chegada à sede da A.R.L.A. às 9:00 e montagem da estação composta pelo equipamento fornecido pelo SNBPC e respectivos elementos irradiantes incluindo o sistema de sintonizador automático e um equipamento de VHF extra para ligação à Aldeia de Chãos.

Ao Arnaldo competirá ainda a organização e coordenação do exercício na zona Sul ( Concelhos de Alcácer do Sal, Grândola, Santiago do Cacém, Sines e Odemira ).

Neste âmbito, para além dos contactos que efectuar com o seu indicativo CT2GUZ e através do indicativo CS1RLA em nome da A.R.L.A. deve informar e organizar no terreno as estações envolvidas de molde a que se cubra o maior número de locais importantes para o exercício.

 

Fernando Dinis ( CT1DZ ) - Deve assumir a posição da Aldeia de Chãos a partir das 9:30 fazendo a ligação entre a nossa resposta à emergência da coordenação local de radioamadores da A.R.L.A. e ordem de operações do SIGEX 2004.

Neste âmbito, para além dos contactos que efectuar com o seu indicativo e de ajudar o Arnaldo nas suas eventuais necessidades, pode activar a função de repetidor de banda cruzada em 145,575 MHz e 433,425 MHz.

Para contactos no âmbito do SIGEX 2004 o repetidor estará programado em 145,275 MHz e 433,425 MHz entre as 12:00 e as 13:00 e entre as 15:00 e as 16:00. Quando esta opção for activada, os operadores locais devem fazer um segundo contacto " via repetidor " com o CDOS em Palmela se estiverem em posição de o fazerem, comparando as diferenças de sinal nos seus equipamentos.

 

Francisco Gomes ( CT5IQF )- Dirige-se para a sede da A.R.L.A. em Santiago do Cacém e entra de prevenção para possível activação do repetidor de banda cruzada na Aldeia de Chãos caso não seja possível ao Fernando Dinis ( CT1DZ ) assegurar essa função.

 

Operadores de reserva - caso não sejam chamados a substituírem alguém serão destacados para a cobertura de diferentes locais considerados importantes para o exercício, nomeadamente colocar estações no triângulo Hospitalar do Distrito de Setúbal ( Hospital Garcia de Orta, Hospital do Barreiro e Hospital de Setúbal ) fim de assegurarem as ligações e participarem no exercício de operacionalidade interno da A.R.L.A. paralelo ao SIGEX 2004.

Por este motivo devem estar prontos a partir das 8:30 sintonizando a frequência de 145,450 MHz, assinalando a sua presença via rádio logo que possível.

 

Exercício de Operacionalidade interno da A.R.L.A. ( paralelo ao SIGEX 2004 )

 

Só após efectuados os contactos relativos ao SIGEX 2004 as estações de sócios ou não sócios participantes, caso estejam interessados, devem assegurar contacto com a sede da A.R.L.A. em Santiago do Cacém quer via repetidor da Aldeia de Chãos quer por comunicações ponto-a-ponto ( comunicações directas ).

Para este efeito será usado uma folha de registo da autoria do José António Proença.

O interesse destas comunicações é sobertudo o de aferir a cobertura em Santiago do Cacém quer na sede da A.R.L.A. quer através do uso de um repetidor na Aldeia de Chãos.

 


Enquanto não são tornados público outros documentos, nomeadamente a actualização dos actuais, pede-se a todos os radioamadores interessados em colaborar nesta iniciativa para enviarem as sua mensagens para o endereço :