Alguns Eventos da A.R.L.A.

( relatório muito sumário e imagens )

3ª Expedição Técnica da A.R.L.A.

( em 13 de Maio de 2001 )

Esta Expedição teve como objectivo principal contribuir para a preparação final de uma expedição de maior envergadura para Junho e testar algumas antenas para esse efeito.

Os objectivos técnicos deste acontecimento consistiram na montagem de duas antenas verticais com plano de terra para ondas curtas ( HF ), uma para a faixa de frequências dos 20 metros e outra que cobrisse satisfatoriamente as dos 40 e dos 15 metros.

O Radioamadorismo
Legislação Aplicável
O que é a A.R.L.A. ?
Estatutos/Regulamentos
Plano de Actividades
Notícias da A.R.L.A.
Os eventos da A.R.L.A.
Secção Técnica Temática
Protecção Civil
Utilidades
Ligações com interesse

Esta actividade teve lugar na Lagoa de Santo André, tendo-se escolhido para o efeito uma zona de dunas próximo da praia, uma vez que em termos de características era o que mais se aproximava do terreno da Ilha de Tavira onde viria a ter lugar a expedição de Junho para a qual nos estávamos a preparar.

A estação montada para afinar e testar estas duas antenas ficou localizada próximo dos restaurantes que se encontram junto à praia nas coordenadas geográficas de 38º.06.91 N / 08º47.78 W.

Nos veículos foram ainda usadas como habitualmente em HF antenas verticais helicoidais de carga distribuída com adaptação possível para várias bandas e antenas preparadas para serviço móvel em VHF.

Estiveram presentes poucos sócios pois somente quem tinha interesse em desenvolver as suas antenas para a estação da Ilha de Tavira é que precisaria de ultimar preparativos nesse sentido a tão curto espaço de tempo desse grande evento.

Como já se tornou tradicional, nem todas as estações presentes se dedicaram às comunicações. Contudo, a ajuda preciosa que todos os envolvidos deram ao desenrolar dos trabalhos, permitiram como é hábito mais uma jornada com agradáveis resultados.

Podemos destacar o empenho do incansável Arnaldo ( CT2GUZ ) e da sempre bem vinda ajuda do Barros ( CT2 HNV ) e seu filhote na montagem das antenas, ( foto 3).

Na primeira fotografia é possível termos uma noção da dimensão real da antena bibanda ( 40 + 15 metros ) em comparação com as pessoas e automóveis.

Na imagem seguinte é possível observar um detalhe das ligações desta montagem feita a partir de sucata de uma antiga antena dos 11 metros e mais umas ligeiras alterações incorporadas no último momento. Desta forma conseguimos uma antena de 1/4 de onda para trabalhar na faixa dos 40 metros com resultados surpreendentes ao nível da R.O.E. com muito poucos ajustes no seu cumprimento físico.

O plano de terra de ambas as montagens foi cortado em fio de cobre multifilar vulgarmente utilizado em aplicações eléctricas pela sua excelente maleabilidade, o que constitui sem dúvida uma vantagem para qualquer antena que se pretende transportar com facilidade.

Foi ainda utilizado em ambos os casos um suporte em tubo de PVC de 32 mm a fim de isolar o elemento irradiante do plano de terra artificial apenas constituídos por quatro secções dimensionadas a 1/4 de onda cada tanto para a faixa dos 20 metros como para a dos 40 metros.

Apesar do reduzido número de elementos do plano de terra artificial e do seu pequeno ângulo de inclinação, em ambos os casos a adaptação entre a linha de transmissão e estas antenas foi melhor do que o previsto.

Os níveis de R.O.E. conseguidos ficaram entre 1:4 nos extremos da banda dos 20 metros e 1:1 no centro e 1:2 em toda a faixa de frequências da banda dos 40 metros. Nos 15 metros foi possível trabalhar sempre abaixo de 1:6 com 1:2 como melhor resultado alcançado naquela banda.

Ao Arnaldo ( CT2GUZ ) coube a tarefa de testar as antenas em emissão depois de todos os ajustes realizados. Na realidade nunca estivemos à espera de excelentes resultados para o DX mas foi uma surpresa muito interessante o que se conseguiu alcançar com os contactos inaugurais.

Uma ajuda suplementar chegou por parte do Pedro Graça ( CT1ETM ) a partir da sua estação fixa em Lisboa, e do Fernando Dinis ( CT1DZ ) nas suas viagens de automóvel para nos ajudar a testar a antena nos 40 metros.

Os Sócios da A.R.L.A. que estiveram presentes no terreno foram : Sócio nº1 Fernando Dinis ( CT1DZ ), Sócio nº5 - Miguel Aires ( CT1ETL ), Sócio nº6 - José Barros ( CT2HNV ), Sócio nº7 - Arnaldo Costa ( CT2GUZ ).

 

Regressar à página anterior