Alguns Eventos da A.R.L.A.

( relatório muito sumário e imagens )

1ª Expedição de Comunicações da A.R.L.A.

( em 13 de Janeiro de 2001 )

Esta Expedição inseriu-se no plano anual de actividades da Secção de Expedições Rádio da Associação, tendo tido como objectivos sensibilizar os radioamadores locais para as actividades ao " ar livre " e testar as suas antenas e equipamentos.

Nestas acções, os participantes têm a possibilidade de ganharem experiência para futuras expedições e ao mesmo tempo prepararem as suas estações para as actividades de campanha.

O Radioamadorismo
Legislação Aplicável
O que é a A.R.L.A. ?
Estatutos/Regulamentos
Plano de Actividades
Notícias da A.R.L.A.
Os eventos da A.R.L.A.
Secção Técnica Temática
Protecção Civil
Utilidades
Ligações com interesse

Realizou-se junto à Praia do Monte Velho, ( mais conhecida por Praia da Vacaria ), a primeira operação de comunicações ao " ar livre " organizada no âmbito da A.R.L.A. A fotografia 1 foi tirada durante esta operação precisamente nesta mesma praia, a uns escassos 200 metros do recinto onde foram montados todos os componentes para este evento ( que se pode observar na 3ª imagem ).

O local usado foi uma elevação de terreno a 34 metros de altitude com as coordenadas geográficas 38º04.83 N / 08º48.25 W, denominado Monte Velho 2º.

De toda a forma algumas estações preferiram dar localização e confirmar QSL como Praia das Areias Brancas, por este ser um nome mais conhecido e fácil de traduzir, uma vez que em linha recta esta outra praia se localiza a menos de 1 quilómetros para Sul.

Estiveram presentes alguns sócios no recinto das operações ( foto 3 ), de uma forma activa ou simplesmente como observadores tendo, pelo seu número, tornado este evento na mais concorrida actividade de campo realizada até agora pela associação, ( ver foto 6 ).

Apesar de nem todas as estações presentes se terem dedicado às comunicações, porém todos sem excepção tiveram um desempenho digno de referência sobretudo nas questões de logística e na ajuda preciosa que deram ao desenrolar dos trabalhos, permitindo uma tarde com agradáveis contactos em longa distância nas ondas curtas aos colegas que mais ou menos se empenharam em fazer chegar via rádio a nossa presença a milhares de quilómetros de distância.

Na segunda fotografia podemos testemunhar o empenho do Arnaldo ( CT2GUZ ) na montagem de uma das antenas.

Não há dúvida que se tratou de experiência muito boa também no sentido em que nos proporcionou valiosas lições sobre a operação ao ar livre em ondas curtas, tendo ajudado os presentes a compreenderem os desafios a enfrentar numa estação de campo durante as operações de uma Expedição Rádio.

Nas fotografias 4 e 5 são dados a observar dois aspectos do tipo de estação utilizado e a sua montagem dentro dos veículos.

Foram montadas as seguintes antenas como sistemas irradiantes, 1 Antena multibanda do tipo " Windom " ( construída na 1ª Expedição Técnica e visível com alguma dificuldade na foto 3 ), 1 antena vertical de 1/4 l com plano de terra composto por 3 radias inclinados 120º para a banda dos 10 m ( visível nas fotos 3 e 6), 1 antena vertical helicoidal de carga distribuída com adaptação possível para várias bandas preparada para serviço móvel em HF ( visível na foto 5 ), 2 antenas preparadas para serviço móvel em VHF e antenas verticais encurtadas VHF/UHF para serviço portátil ( usadas nas comunicações locais dentro da região ).

Na última imagem podemos ver os sócios que estiveram operativos no terreno, ( não estão por ordem ) : Sócio nº4 - Pedro Graça ( CT1ETM ), Sócio nº5 - Miguel Aires ( CT1ETL ), Sócio nº6 - José Barros ( CT2HNV ), Sócio nº7 - Arnaldo Costa ( CT2GUZ ), Sócio nº9 - Marco Pessoa ( CT2GVE ), Sócio nº10 - João Campos ( CT1EOM ), Sócio nº14 - João Lázaro ( CT2GQL ).

 

Regressar à página anterior