ARLA/CLUSTER: Tabela explicativa das letras e dos números

Radiophilo radiophilo gmail.com
Terça-Feira, 24 de Março de 2009 - 22:49:23 WET


Caros colegas,

É bem interessante a questão que levantais e a que tentais responder. Por
fortuna tenho à minha disposição algumas edições antigas do Regulamento das
Radiocomunicações da UIT, das quais vos apresento os seguintes extractos.
Julgo que serão do nosso interesse colectivo.

Na edição de 1959, seguinte à conferência de Genève desse mesmo ano, podemos
apreciar no Apêndice 16 a tabela explicativa das letras e dos números
conforme segue (dispenso-me de apresentar a coluna referente à
pronunciação):

  Número ou sinal a transmitir Letra a transmitir Código


 1 A Alfa  2 B Bravo  3 C Charlie  4 D Delta  5 E Echo  6 F Foxtrot  7 G
Golf  8 H Hotel  9 I India  0 J Juliett  Vírgula K Kilo  Barra de fracção L
Lima  Sinal de separação M Mile  Ponto N November
O Oscar
P Papa
Q Quebec
R Romeo
S Sierra
T Tango
U Uniform
V Victor
W Whiskey
X X-ray
Y Yankee
Z Zoulou
A tabela prescreve ainda que no caso de se transmitir números ou sinais,
esta transmissão é precedida e seguida da expressão "em numeros" ou "em
sinais" respectivamente. Por exemplo, o número 1959 seria transmitido: "Em
número, em número, Alfa, India, Echo, India, em número, em número".

Conclui-se assim que em 1959 ainda não existia uma tabela explicativa
exclusiva para números. No entanto vários motivos levaram a que desta
conferência saíssem duas recomendações importantes.

A primeira delas (Rec. Nº 22), recomendava à IMCO (precursora da IMO), à
ICAO e às administrações, que estudassem um código radiotelefónico
internacional (proposto na própria recomendação) para o serviço móvel
marítimo que, entre várias outras virtudes, oferecesse uma linguagem comum a
estações marítimas e aeronáuticas empenhadas em operações conjuntas de busca
e salvamento. Este código incluia também duas tabelas explicativas
distintas, uma para letras (o usual código fonético NATO) e outra para
números.

A segunda, mais relevante, recomenda às administrações (Rec. Nº 30) que
estudem a adopção de uma tabela explicativa exclusiva para números. Nos
considerandos são apresentadas duas tabelas, uma delas em uso pelo serviço
móvel aeronáutico, e a outra é a proposta para o seviço móvel marítimo na
recomendação 22. A tabela é a seguinte:

  Número Palavra a utilisar
Aero Mar  0 ZIRO ZERO  1 OUANN OUANNE  2 TOU BIS  3 TRI TER  4 FO-eur QUARTO
5 FA-ÏF PENTA  6 SIKS SAXO  7 SEV'n SETTE  8 EÏT OCTO  9 NAÏ-neu NONA
Décimal DÈ-SI-MAL DECIMAL  Milhar TAOU-ZEND

A coluna "Mar" da tabela acima é muitíssimo interessante, até porque a
tabela então proposta não é aquela que finalmente foi escolhida e que
podemos apreciar no regulamento de 1968 e ainda hoje em vigor:
  Número Palavra a utilisar

 0 NADAZERO  1 UNAONE  2 BISSOTWO  3 TERRATHREE  4 KARTEFOUR  5 PANTAFIVE  6
SOXISIX  7 SETTESEVEN  8 OKTOEIGHT  9 NOVENINE  Virgula décimal DECIMAL
Ponto STOP
Quanto à tabela abaixo, ficaria grato ao Miguel se indicasse qual a
referência usada. Julgo que esta tabela contém erros de vária ordem e seria
interessante saber que autoridade a publicou. Os erros seriam os seguintes:

1. "TETRA" em vez de "TERRA" para significar "TRÊS". É de notar utilização
do prefixo grego para "quatro" em lugar do 3º planeta do sistema solar,
ainda por cima explicada por extenso na representação fonética.

2. "KATRE" em vez de "KARTE". Igualmente explicado fonéticamente.

3. Escrita correcta de "PANTA" significando o 5, mas com representação
fonética incorrecta "PENTA".

4. Finalmente o caso em apreço, o do número 6, com representação fonética
incorrecta

Na minha modesta opinião, estes quatro casos são erros. Se o objectivo de um
alfabético fonético internacional é facilitar a comunicação de números e
letras entre falantes de diferentes línguas (conforme explicado nos
regulamentos da UIT) , então é evidente que a sua representação, quer
escrita quer fonética, tem que ser universal. SOXISIX é claramente o termo
correcto e universalmente entendível enquanto "Suácsisics" não goza dessa
mesma universalidade e não pode estar correcto. Embora possa ser entendível
na região norte de Portugal, já não será imediatamente reconhecível por um
estrangeiro ao ser escutado via rádio.

Para terminar, gostaria de realçar que embora este código explicativo para
os números tenha já mais de 40 anos, nunca na minha vida o ouvi a ser usado
na rádio, quer por profissionais e muito menos por amadores. Não sei se os
colegas têm a mesma experiência, mas suspeito que este seja daqueles casos
em que o esforço normativo e de investigação foi ultrapassado pelas práticas
do dia-a-dia.

73,
António Vilela
CT1JHQ.


2009/3/23 <erheinrich  xperiment.com>

>  Prezados, João e Miguel.
>
> Saudações brasileiras.
>
> Começo por agradecer os adjetivos à minha pessoa, sei não ser merecedor.
>
> Agradeço também as fontes para pesquisa, que confesso, não as tinha por
> aqui e, pelo pouco que consultei, sei que será de grande valor intrínseco.
>
> Fazendo uma comparação entre todas as formas de escrita e/ou de fonética
> para a palavra em tela, chego a conclusão semelhante à sua, de uma possível
> corruptela  ocorrida com o passar dos anos.
>
> De difícil explicação , por sinal.
>
> Coincidentemente é a mesma, ou quase, a conclusão de um dos sítios
> consultados, que reproduzo abaixo. : *nossos ensinamentos não são mais
> capazes de assegurar a causa do desgaste escolar e cultural provocados pela
> ortografia, indo de mal a pior !*
>
> *
>
> Conclusion pratique
> *
>
> Une véritable réforme étant à portée de la main, tout l'
> *endoctrinement *qui était nécessaire pour pouvoir enseigner la
> pseudo-science aux écoliers français est désormais totalement *inutile. *L'école
> de la République peut donc ainsi devenirvéritablement *laïque, ** *Le
> premier mensonge concerne la *manière de présenter l'orthographe; *le
> deuxième concerne *la promotion sociale que notre enseignement n'est plus
> capable d'assurer à cause des dégâts scolaires et culturels provoqués par
> l'orthographe.  La profession enseignante s'en trouvera  automatiquement
> revalorisée. *Jusqu'à présent, elle a le choix entre deux mauvais
> comportements pédagogiques: soit  mentir aux élèves pour espérer entretenir
> leur motivation, soit au contraire dire la vérité sur l'orthographe et ainsi
> contribuer fatalement au développement de la cacographip.
>
> Pesquisarei por outros caminhos, encontrando qualquer novidade aqui
> retorno.
>
> 73 Eduardo.
>
> São Paulo
>
> Brasil
>
>
>
>
>
> ----- Original Message -----
> *From:* João Gonçalves Costa <joao.a.costa  ctt.pt>
> *To:* 'erheinrich  xperiment.com' <%27erheinrich  xperiment.com%27>
> *Sent:* Monday, March 23, 2009 12:30 PM
> *Subject:* RE: Código de Soletração Internacional
>
>  Prezado Eduardo,
>
> Fico muito satisfeito quando encontro na vida alguém com essa atitude de
> rigor, pois nada me dá mais esperança, no meio da actual tanta falta de
> cuidado nos dias que correm.
>
> Também a mim próprio me ocorreu a mesma dúvida, nomeadamente quando
> coloquei a informação no sítio da A.R.L.A., há vários anos atrás.
>
> De facto faria aparentemente mais sentido " Soixsix " do que " Soxisix ",
> de acordo com a fonética expressa na coluna da pronúncia aceite.
>
> Contudo já na altura encontrei esta incongruência até na codificação da ITU
> e da IMO.
>
> Em Inglês a pronúncia aconselhada pelas organizações ICAO, ITU, IMO e FAA é
> " SOK-SEE-SIX ", a qual na realidade corresponde ao " aportuguesamento " das
> fontes de língua Portuguesa de onde recolhemos a informação original que
> está reproduzida no nosso sítio.
>
> Infelizmente não tenho de momento tempo para investigar sobre esta aparente
> contradição, no entanto envio-lhe uma fonte fidedigna onde pode confirmar a
> fiabilidade da informação transmitida no sítio da A.R.L.A. em - *
> http://life.itu.ch/radioclub/rr/ap14.htm*<http://life.itu.ch/radioclub/rr/ap14.htm>( Códigos Alfabéticos da ITU ).
>
> No sítio da própria organização (ITU ), há vários documentos que o
> corroboram, incluindo este - *
> http://www.itu.int/ITU-D/emergencytelecoms/doc/handbook/pdf/Emergency_Telecom-e_partIII.pdf
> *<http://www.itu.int/ITU-D/emergencytelecoms/doc/handbook/pdf/Emergency_Telecom-e_partIII.pdf>
> ,
>
> usado apenas aqui como um dos possíveis exemplos.
>
> Numa breve pesquisa à procura de uma alteração à fonética de " Soxisix ",
> encontrei precisamente em língua Francesa - *
> http://fr.wikipedia.org/wiki/Alphabet_radio*<http://fr.wikipedia.org/wiki/Alphabet_radio>a forma " SOK-SI-SICKS ", a qual, tal como se vê, não varia nada em relação
> a " SOK-SEE-SIX " ( forma Inglesa ) ou especialmente em relação a "
> SUÁCSISICS " ( forma Portuguesa, muito mais parecida com o Francês do que
> com o Inglês ), isto é, excluindo apenas a questão da pronúncia e a forma de
> ser ler nas 3 línguas.
>
> Caro, Eduardo, se no entanto encontrar nas suas pesquisas algo que possa ir
> ao encontro do formato mais lógico " Soixsix ", por favor não hesite em
> escrever-nos pois essa informação seria muito pertinente.
>
> Agradeço-lhe o seu cuidado e dou-lhe os meus parabéns pela sua postura.
>
>
>
> 73's de CT1ETL - Miguel (Responsavel da página da Internet da A. R. L. A.
> - Associação de Radioamadores do Litoral Alentejano)
>
>  ------------------------------
> *De:* mailman-bounces  listas.ansol.org [mailto:
> mailman-bounces  listas.ansol.org] *Em nome de *erheinrich  xperiment.com
> *Enviada:* sexta-feira, 20 de Março de 2009 17:50
> *Para:* cluster-owner  radio-amador.net
> *Assunto:* Código de Soletração Internacional
>
>  Prezado João, boa noite.
>
> Relendo notícias e novidades em http://arla.radio-amador.net/ , deparei-me
> com algo que carece de melhor explicação, a saber :
>
> No item 6 abaixo em amarelo, de difícil leitura, observo com base na
> fonetica mencionada que em sua primeira coluna deveríamos ter como escrita
> *Soixsix* para melhor combinar com  *Suácsissix *na segunda coluna; posso
> estar enganado, levo em consideração o pouco de francês que aprendi "dans
> l´école"
>
>    *Nº* *Palavra de código* *Pronúncia aceite* *0* *Nadazero ou Zero* *Nahdahzirou
> ou Zírou* *1* *Unaone ou One* *Ounahuann ou Uánn* *2* *Bissotwo ou Two* *Bísstuh
> ou Toúh* *3* *Tetrathree ou Three* *Tétrahtrii ou Thrí* *4* *Katrefour ou
> Four* *Cátrefour ou Fôur* *5* *Pantafive ou Five* *Pentafaiv(e) ou Faiv(e)
> * *6* *Soxisix ou Six* *Suácsisics ou Sícs* *7* *Setteseven ou Seven* *Séttséhvân
> ou Séhvân* *8* *Oktoeight ou Eight* *Octoheit ou Eiht* *9* *Novenive ou
> Nine* *Novenáinn ou Náinn* *,* *Decimal* *Déssimáhl* *.* *Stop* *Stóp*
> Apenas uma sugestão brasileira, não me leve a mal.
>
> Eduardo
> São Paulo.
> Brasil.
>
>
>
>
> _______________________________________________
> CLUSTER mailing list
> CLUSTER  radio-amador.net
> /cluster/listinfo/cluster
>
>
-------------- próxima parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL: /cluster/attachments/20090324/1f8e6165/attachment.html


Mais informações acerca da lista CLUSTER