Re: ARLA/CLUSTER: Re: ARLA/C LUSTER: Modesta Opin ião - Indicativo

Carlos Mourato radiofarol gmail.com
Quinta-Feira, 19 de Março de 2009 - 15:28:40 WET


Caros colegasNão fossem alguns condicionalismos, certamente baseados em algo
de concreto, e a ANACOM não permitiria a existencia de 6 "grupos" de
radioamadores. Se não fossem esses "mas", talvez as coisas fossem mais
simples.
Assim, a classe "A" era convertida em "1"e ponto final. Não se trataria de
uma passagem administrativa, mas sim de um ajuste de caracter técnico, visto
não haver lugar a perda ou ganho de previlégios. Os indicativos seriam
atribuidos CR1 para a "1", CR2, para a "2" e CR3 para a "3" e ponto final. A
classe "B", com ou sem morse seria a classe "2" e ponto final!!! aqui saiam
a ganhar, com a permissão para poder operar em todas as bandas com 3 dBs a
menos qua classe "1". E finalmente os CT5s seriam a classe "3", mas já com
os dois anos consignados, podendo desta forma manterem as regalias que já
possuem!!!..
Potencias: Classe "1"...1500 watts*
                Classe "2".....750 watts*
                Classe "3".......50 watts*

* - Potencia como sendo "O valor resultante da divisão do quadrado da tensão
eficaz de RF em volts, pelo valor resistivo em ohms da carga aplicada à
saída do gerador de RF"

Frequencias: Classe "1"-----------Todas as consignadas ao serviço de amador
e amador por satélite
                    Classe "2"-----------Todas as consignadas ao serviço de
amador, excluindo as consignadas ao serviço de satélite, e        as
        de estatudo secundário, as quais seriam atribuidas a pedido e
analizadas caso a caso, mediante requerimento do       interessado.
                    Classe "3"-----------Todas as consignadas ao serviço de
amador entre os 29.400MHz e os 440MHz, excepto as secundárias.

Modos:  Classe "1" e "2"--------Todos os modos
             Classe "3"--------------- Apenas fonia (em todos os modos)

Em todas as classe a obrigatoriedade de se respeitarem os planos de banda.

É a minha opinião, e vale como isso!!

73 de CT4RK


2009/3/19 JOSE PROENÇA <gct2hiv  gmail.com>

> Amigos
>
> Em meu entender, colocam-se várias questões.
> Em primeiro deveríamos certamente começar a raciocinar em termos de classes
> e não de prefixos.
> Os CT1's, classe A passariam para CT7's,
> Os CT1's, classe B c/morse vão ficar iguais aos de classe B s/morse, e
> assim sucessivamente até
> chegarmos aos CT5's, classe C, etc.......
> Se tomarmos em consideração que a própria ANACOM, tem conhecimento perfeito
> das várias
> irregulariedades, se assim as podemos chamar, que foram as passagens
> administrativas em todas
> as classes creio eu, ficará difícil corresponder a uma linha de decisões o
> mais fidelizada possível
> às normas internacionais da CEPT e UIT.
>
> Novo raciocínio!
> Se tomarmos em consideração que tudo se deverá alinhar da forma mais
> correcta, fiel e exacta possíveis
> com as normas internacionais, e ainda, que os prefixos contemplem um
> caracter que defina a classe,
> que solução teríamos para arrumar os indicativos??????
>
> Não esquecer os da Madeira e Açores.
> A solução seria manter os sufixos a toda a gente, (não só aos ct1's ou
> ct2's...)?
> e passar o pessoal todo dos antigos prefixos para os novos, considerando a
> classe?
> Acabaríamos por arrumar os CT2's, onde?
> Na classe 1, ou na 2?
> E os privilégios?
> E os direitos adquiridos?
> E muitas outras questões já levantadas por alguns colegas, etc..etc....?
>
> Restará sempre uma resposta, é que os exames do D.L.5/95-não foram feitos
> de acordo com as novas
> normas, e, assim  passaríamos a ter o pessoal todo misturado, o que para
> mim não vejo inconveniente,
> mas para a ANACOM?
>
>
> Sem ter apresentado uma solução, espero contudo, ter contribuído!
>
> Um abraço, 73
>
> JAP
> CT2HIV
>
> 2009/3/19 antonio matias <ct1ffu  hotmail.com>
>
>> Colega Paulo Santos. A sua proposta é inteligente, e por isso os
>> meus parabéns.
>> É uma proposta concisa valida e fazível, todavia, não creio que a maioria
>> dos CT1's queiram ser CT7´s.
>> Depois há o problema dos CT4's que tendo o mesmo sufixo dos CT1's, lá
>> teriam de disputar a concessão das letras.
>> Enfim, haja ideias assim boas, proponham-as á Anacom e associações para
>> debate.
>>
>> 73's
>> Matias
>>
>> ------------------------------
>> From: ct2ivh  hotmail.com
>> To: rep-redeemissoresportugueses  yahoogrupos.com.br;
>> cluster  radio-amador.net
>> Date: Thu, 19 Mar 2009 11:58:31 +0000
>> Subject: ARLA/CLUSTER: Modesta Opinião - Indicativo
>>
>>
>> Boas
>>
>> Na minha modesta opinião julgo que o sufixo de qualquer OM CT1XXX devería
>> continuar, passando após exame para categoria 1 para CT7XXX. Eu acho que o
>> nosso sufixo é a nossa identificação sejamos CT1, CT2 ou CT5, qualquer
>> colega mais ou menos activo é identificado pelo seu sufixo.
>>
>> Julgo que todos os actuais CT1 Cat. A+morse deveríam manter o sufixo e
>> passar a CT7. Uma vez que não perdem regalias é a minha modesta opinião para
>> a defesa dos seus interesses.
>>
>> Actuais CT2 Cat. B + s/morse, passaríam a CT1 aquando obtenção do futuro
>> exame CAt. 1 e no futuro se fizessem exame morse passaríam a CT7. Novos
>> formandos Cat. 2  continuaríam a ser CT2 como actualmente, havendo aqui uma
>> abertura nas bandas neste momento não permitidas, ou seja, 28mhz, 21mhz,
>> 14mhz e julgo mesmo que poderíamos os 10mhz em modos digitais.
>>
>> Esta medida brindava os defensores do morse, ou seja, quem quisesse chegar
>> ao topo tería que fazer exame de CW. neste momento e como no passado,
>> defendo que o morse devería ser de opção facultativa e não obrigatória.
>> Sería obrigatória quem quisesse passar a CT7.
>>
>> Actuais CT5 e futuros Cat.3 com o mesmo prefixo CT5 com a possibilidade de
>> abertura dos 28mhz para incrementar o uso das bandas de HF, bem como dar
>> maior alento para o desenvolvimento dos CT5 em chegar a CT2=CT1=CT7.
>>
>> Julgo que a idade de 12 anos é boa ideia, acho mal é limitar o uso
>> imediato das frequencias (2 anos escuta), é errado, é o mesmo se eu
>> comprasse agora 1 carro novo modelo X e só o pudesse conduzir quando saísse
>> o modelo Y.
>>
>> Nas potências acho que deveríamos manter o actual, mas também concordo que
>> cada 1 é livre e dono do que é seu, e que ao obter por exemplo CT7 podería
>> operar com mais potência (desde que não interfira com qualquer outro
>> serviço).
>>
>> Esta é a minha modesta opinião e como tal podem verificar que eu sendo CT2
>> Cat. B s/ morse não desejo a passagem administrativa, desejo sim maior
>> abertura das autoridades para a realidade que actualmente a maioría dos
>> países adoptou.
>> Sendo assim eu defendo que estas pequenas alterações nos iríam estimular
>> para progredirmos como radio-amadores que somos, quer como conhecimento
>> técnico-científico, personalidade, honestidade etc etc.... Valores que hà
>> muito se têm vindo a perder na nossa sociedade.
>>
>> Para finalizar e para ir em encontro ao meu pensamento, julgo que deveríam
>> existir testes psico-técnicos antes de qualquer exame teórico. Todos têm o
>> direito a serem radio amadores mas julgo que existem valores "éticos e
>> morais" que se devíam defender...
>>
>> 73's a todos e bons qso's.
>>
>>
>> CT2IVH Paulo Santos Locator: IN50sk Iota Hunter Good Hunting........
>>
>>
>> ------------------------------
>> Receba GRÁTIS as mensagens do Messenger no seu celular quando você estiver
>> offline. Conheça o MSN Mobile! Crie já o seu!<http://mobile.live.com/signup/signup2.aspx?lc=pt-br>
>>
>> ------------------------------
>> Notícias direto do New York Times, gols do Lance, videocassetadas e muitos
>> outros vídeos no MSN Videos! Confira já!<http://video.msn.com/?mkt=pt-br>
>>
>> _______________________________________________
>> CLUSTER mailing list
>> CLUSTER  radio-amador.net
>> /cluster/listinfo/cluster
>>
>>
>
>
> --
> CT2HIV
> José A. Proença
> IM58KP
>
> _______________________________________________
> CLUSTER mailing list
> CLUSTER  radio-amador.net
> /cluster/listinfo/cluster
>
>


-- 
Best 73 from: regards from: CT4RK Carlos Mourato - Sines - Portugal

Save the Radio Spectrum! Eliminate Broadband over Power Line. Salve as
frequencias de radio. Não use a rede electrica para transmitir dados. O PLC
causa fortes interferencias noutro serviços sem voce se aperceber. Diga não
ao PLC. Proteja o ambiente
-----------------------------------------------------------

Este e-mail destina-se a fornecer informações de utilidade para os
destinatarios referidos, e não poderá ser considerado SPAM. Se não desejar
receber mais informações deste emissor, responda a este mail com -REMOVER-
no campo "ASSUNTO", ou bloqueando o emissor deste mail, nas suas
configurações de privacidade. Esta mensagem está de acordo com a
legislação Europeia sobre o envio de mensagens (Directiva 2000/31/CE do
Parlamento Europeu; Relatório A5-0270/2001 do Parlamento Europeu).
-------------- próxima parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL: /cluster/attachments/20090319/544a3e5d/attachment.htm


Mais informações acerca da lista CLUSTER