Re: ARLA/CLUSTER: Modesta Opinião - Indicativo

Manuel Dias aviador radiocb.com
Quinta-Feira, 19 de Março de 2009 - 14:30:59 WET


Julgo que todos os actuais CT1 Cat. A+morse deveríam manter o sufixo e passar a CT7. Uma vez que não perdem regalias é a minha modesta opinião para a defesa dos seus interesses.
INTERESSES    QUAIS INTERESSES  HIHI
  ----- Original Message ----- 
  From: Paulo Santos 
  To: REP Cluster-Rep ; ClusterARLA ClusterAR 
  Sent: Thursday, March 19, 2009 11:58 AM
  Subject: ARLA/CLUSTER: Modesta Opinião - Indicativo


  Boas
   
  Na minha modesta opinião julgo que o sufixo de qualquer OM CT1XXX devería continuar, passando após exame para categoria 1 para CT7XXX. Eu acho que o nosso sufixo é a nossa identificação sejamos CT1, CT2 ou CT5, qualquer colega mais ou menos activo é identificado pelo seu sufixo.
   
  Julgo que todos os actuais CT1 Cat. A+morse deveríam manter o sufixo e passar a CT7. Uma vez que não perdem regalias é a minha modesta opinião para a defesa dos seus interesses.
   
  Actuais CT2 Cat. B + s/morse, passaríam a CT1 aquando obtenção do futuro exame CAt. 1 e no futuro se fizessem exame morse passaríam a CT7. Novos formandos Cat. 2  continuaríam a ser CT2 como actualmente, havendo aqui uma abertura nas bandas neste momento não permitidas, ou seja, 28mhz, 21mhz, 14mhz e julgo mesmo que poderíamos os 10mhz em modos digitais.
   
  Esta medida brindava os defensores do morse, ou seja, quem quisesse chegar ao topo tería que fazer exame de CW. neste momento e como no passado, defendo que o morse devería ser de opção facultativa e não obrigatória. Sería obrigatória quem quisesse passar a CT7.
   
  Actuais CT5 e futuros Cat.3 com o mesmo prefixo CT5 com a possibilidade de abertura dos 28mhz para incrementar o uso das bandas de HF, bem como dar maior alento para o desenvolvimento dos CT5 em chegar a CT2=CT1=CT7.
   
  Julgo que a idade de 12 anos é boa ideia, acho mal é limitar o uso imediato das frequencias (2 anos escuta), é errado, é o mesmo se eu comprasse agora 1 carro novo modelo X e só o pudesse conduzir quando saísse o modelo Y.
   
  Nas potências acho que deveríamos manter o actual, mas também concordo que cada 1 é livre e dono do que é seu, e que ao obter por exemplo CT7 podería operar com mais potência (desde que não interfira com qualquer outro serviço).
   
  Esta é a minha modesta opinião e como tal podem verificar que eu sendo CT2 Cat. B s/ morse não desejo a passagem administrativa, desejo sim maior abertura das autoridades para a realidade que actualmente a maioría dos países adoptou.
  Sendo assim eu defendo que estas pequenas alterações nos iríam estimular para progredirmos como radio-amadores que somos, quer como conhecimento técnico-científico, personalidade, honestidade etc etc.... Valores que hà muito se têm vindo a perder na nossa sociedade. 
   
  Para finalizar e para ir em encontro ao meu pensamento, julgo que deveríam existir testes psico-técnicos antes de qualquer exame teórico. Todos têm o direito a serem radio amadores mas julgo que existem valores "éticos e morais" que se devíam defender... 
   
  73's a todos e bons qso's.


  CT2IVH Paulo Santos Locator: IN50sk Iota Hunter Good Hunting........



------------------------------------------------------------------------------
  Receba GRÁTIS as mensagens do Messenger no seu celular quando você estiver offline. Conheça o MSN Mobile! Crie já o seu! 


------------------------------------------------------------------------------


  _______________________________________________
  CLUSTER mailing list
  CLUSTER  radio-amador.net
  /cluster/listinfo/cluster
-------------- próxima parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL: /cluster/attachments/20090319/5bf39367/attachment.htm


Mais informações acerca da lista CLUSTER