Re: ARLA/CLUSTER: Uma pequena discordância com o Colega Matias!

João Cunha ct2gsn gmail.com
Quarta-Feira, 4 de Março de 2009 - 20:02:44 WET


CARO AMIGO GAMITO

Gostei do seu escrito especialmente do entendimento que o amigo tem sobre os
radioamadores e a protecção civil.
A minha opinião já a expressei em muitos fóruns e pessoalmente a alguns
colegas ,tambem acho que anda muita gente a querer ser nomeado voluntário e
a dar tudo para vestir a casaca  laranja ou verde .
Fiquemos no nosso canto, e quando formos chamados por  inerência da nossa
actividade para alguma acção de proteger as populações ,aí sim cá estaremos
e automaticamente daremos conta do recado. Eu já assim o fiz e não havia
Protecção Civil, nem era radio amador mas sim utente da BANDA DO CIDADÃO  e
posso dizer que muitos colegas naquela época prestaram um bom serviço á
população desta País.
Concordo plenamente consigo anda muita gente a por-se em bicos de pés para
ver se é notado.

UM ABRAÇO 73

DESTE RADIOAMADOR QUE NÃO É BOMBEIRO NEM GNR NEM PSP NEM OUTRAS SIGLAS QUE
NINGUEM ENTENDE DIREITO PARA QUE SERVEM.


CT2GSN   JOÃO CUNHA







2009/3/3 Antonio Gamito <gamito.ct1czt  gmail.com>

> *Uma pequena discordância com o Colega Matias!*
>
> * *
>
> Concordo com o Matias excepto no seguinte: *
> *
>
> *“…se a protecção civil, bombeiros, escuteiros, exército, policia tiverem
> nas suas bases um equipamento de radioamador para que nós possamos
> contactá-los ou mesmo entre eles, não me oponho. …”*
>
>
> Parece politicamente correcto. Mmas... Matias, é sabido que o uso
> sistemático de excepções acaba normalmente virando regra. E como regra…. não
> me soa bem. Além de que qualquer dos serviços que o Matias apontou, dispõe
> de uma *pool* de frequências para seu uso privativo.
>
> A ANACOM como entidade gestora do espectro atribui - por um processo que o
> Matias sabe - a cada serviço, de acordo com a informação/pedido que lhe é
> endereçado, o lote ou lotes de frequências de que necessitam para a sua
> actividade. Não me parece por isso legítimo que se sacrifiquem os lotes
> atribuídos aos Radioamadores, nem sequer em redundância.
>
>
>
>
>
> *PONTOS DE VISTA - **NÃO ME FOI ENCOMENDADO MAS VEM A PROPÓSITO - *
>
> Já fora do âmbito do parágrafo acima, não resisto a aproveitar esta ocasião
> para expressar a minha incompreensão pelo que me parece ser uma tendência
> quase generalizada para tornar o radioamadorismo português numa agência
> especializada da protecção civil e os radioamadores os seus agentes. O
> capote servirá a quem o vestir, mas não deixará de constituir para mim uma
> incompreensão.
>
> Que em caso de emergência, os que puderem, estejam preparados para o que
> lhes for pedido mediante requisição, dos serviços da sua estação, com isso
> obviamente concordo. E apenas com isso.
>
> Já todos pudemos constatar, através de escritos passados neste fórum, que o
> exagerado e submisso oferecimento de serviços á entidade gestora de
> catástrofes tem sido por vezes ignorado ou mesmo rejeitado.
>
> Eu sou radioamador. Não sou Bombeiro. Considero que há mais coisas, e por
> ventura mais interessantes, para fazer dentro da definição de
> radioamadorismo.
>
>
>
> 73 Aos colegas do Fórum
>
> António Gamito
>
> CT1CZT
>
>
> --
> António Gamito
> CT1CZT
> NRA #001, ARLA #003, REP #308, ARMI #365, MF #1026, EPC #4787, URE #62292,
> CTC #2148
>
> _______________________________________________
> CLUSTER mailing list
> CLUSTER  radio-amador.net
> /cluster/listinfo/cluster
>
>
-------------- próxima parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL: /cluster/attachments/20090304/5c219d04/attachment.html


Mais informações acerca da lista CLUSTER