ARLA/CLUSTER: esclarecimento

José António ct1dqb gmail.com
Sexta-Feira, 28 de Agosto de 2009 - 08:42:01 WEST


Estou a perceber, quando a Reactância de uma antena é CAPACITIVA ela 
anda aos saltos e pode cair na antena mais próxima. É isso a interação 
capacitiva?

Antonio Matias escreveu:
> Então vamos lá ver:
> A impedância Z de uma antena é:  a soma da resistência R com 
> a Reactância Jx  
>  Z= R+Jx
>
> Agora a reactância pode ser Capacitiva  Xc  ou Indutiva Xl
> Claro que nestas parcelas queremos sempre ter uma antena puramente 
> resistiva 50R ou próximo
> para a generalidade das antenas que usamos, e manter a reactância 0 Jx
> Muita gente também pensa que a ressonância de uma antena é onde tem 
> 50ohms    e não é correcto
> a ressonância é onde a reactância é mais baixa. 
> Por isso é que aquele abençoado medidor MFJ-259 é uma ferramenta do 
> arco da velha.
> Quem souber ler...  he he
>
>
> 73's
> Matias
>
>    
>
> 2009/8/27 Afonso Marques <amarques  efacec.pt <mailto:amarques  efacec.pt>>
>
>     Obviamente . Então talvez fosse de dizer que haverá menor
>     interacção das antenas , que são idênticas, se elas forem
>     perpendiculares , já que o fluxo electromagnético gerado por uma
>     atravessa a outra na posição mais desfavorável, e portanto, a
>      reacção provocada na primeira será minimizada. Essa reacção
>     altera os parâmetros da impedância em termos reactivos ou
>     capacitivos. Aliás se pensarmos como funciona uma antena
>     magnética, em que a excitação é feita por um anel cujo plano é
>     paralelo ao plano do elemento excitado radiante. Se os 2 anéis
>     ficarem perpendiculares não há interacção
>
>     O que eu expus, vale o que vale…
>
>      
>
>     73’s
>
>      
>
>     CT1RH
>
>      
>
>     ------------------------------------------------------------------------
>
>     *De:* cluster-bounces  radio-amador.net
>     <mailto:cluster-bounces  radio-amador.net>
>     [mailto:cluster-bounces  radio-amador.net
>     <mailto:cluster-bounces  radio-amador.net>] *Em nome de *Antonio Matias
>     *Enviada:* quinta-feira, 27 de Agosto de 2009 15:20
>
>
>     *Para:* Resumo Noticioso Electrónico ARLA
>     *Assunto:* Re: ARLA/CLUSTER: esclarecimento
>
>      
>
>     Pois...
>
>     Provavelmente as duas, dependendo de qual antena e banda.
>
>     Á partida  deve ser capacitivo.
>
>     Tem todo o aspecto disso, além de se perturbar o lóbulo de
>     radiação, deve  baixar a frequência de ressonância isso é óbvio.
>
>     Mas certezas só mesmo analisando ou fazendo a simulação.
>
>     A reactância das antenas, J  capacitiva ou indutiva é uma coisa
>     muito difícil de  prever e ainda mais de anular.
>
>      
>
>      73's
>
>     Matias
>
>      
>
>      
>
>     2009/8/27 Afonso Marques <amarques  efacec.pt
>     <mailto:amarques  efacec.pt>>
>
>     Porquê capacitiva ? E indutiva não ?
>
>      
>
>     73’s
>
>      
>
>     CT1RH
>
>      
>
>     ------------------------------------------------------------------------
>
>     *De:* cluster-bounces  radio-amador.net
>     <mailto:cluster-bounces  radio-amador.net>
>     [mailto:cluster-bounces  radio-amador.net
>     <mailto:cluster-bounces  radio-amador.net>] *Em nome de *Antonio Matias
>     *Enviada:* quinta-feira, 27 de Agosto de 2009 14:15
>
>
>     *Para:* Resumo Noticioso Electrónico ARLA
>     *Assunto:* Re: ARLA/CLUSTER: esclarecimento
>
>      
>
>     Colega Artur.
>
>     A resposta é simples:
>
>     Esse colega montou as antenas nessa configuração porque assim
>     evita a interacção capacitiva entre as antenas.
>
>     Perpendicularmente as antenas ficam quase imunes à influencia uma
>     da outra.
>
>     Coisa que, sem estar nesta configuração exigia muito mais
>     distancia entre elas.
>
>     A única desvantagem é de facto ter atenção ao desfasamento de 90º
>     no rotor.
>
>      
>
>     73's
>
>      
>
>     Matias
>
>     2009/8/27 Manuel Artur Rodrigues <Manuel.Artur  rr.pt
>     <mailto:Manuel.Artur  rr.pt>>
>
>     Boa tarde a todos.
>
>      
>
>     Gostaria de consultar as vossa experiencias na seguinte questão,
>     que me intriga já á algum tempo.
>
>      
>
>     Vejamos a seguinte imagem.
>
>      
>
>     Antenna hf 20M 15M 10M
>
>      
>
>     Ora bem, se bem repararam temos uma yagi de três elementos para
>     duas bandas, e, (agora é que chegamos á minha duvida ) um dipolo
>     penso que para os 40m, que está montado perpendicularmente em
>     relação á yagi.
>
>      
>
>     A duvida é: porquê perpendicularmente á direccionalidade da yagi.
>
>      
>
>     É que quando eu aponto a yagi para um lado, fico com o dipolo de
>     pontas e vice-versa, ou será que estou a ver mal as coisas.
>
>      
>
>     Alguém me sabe explicar o porquê da montagem assim, é que já não é
>     a primeira que vejo
>
>      
>
>     Obrigado
>
>      
>
>     73´s
>
>     CT1AED
>
>      
>
>     /Manuel Artur/
>
>      
>
>      
>
>
>     _______________________________________________
>     CLUSTER mailing list
>     CLUSTER  radio-amador.net <mailto:CLUSTER  radio-amador.net>
>     /cluster/listinfo/cluster
>
>      
>
>
>     _______________________________________________
>     CLUSTER mailing list
>     CLUSTER  radio-amador.net <mailto:CLUSTER  radio-amador.net>
>     /cluster/listinfo/cluster
>
>      
>
>
>     _______________________________________________
>     CLUSTER mailing list
>     CLUSTER  radio-amador.net <mailto:CLUSTER  radio-amador.net>
>     /cluster/listinfo/cluster
>
>
> ------------------------------------------------------------------------
>
> _______________________________________________
> CLUSTER mailing list
> CLUSTER  radio-amador.net
> /cluster/listinfo/cluster
>   




Mais informações acerca da lista CLUSTER