ARLA/CLUSTER: Sabotagem aos Repetidores da A. R. L. A.

Afonso Marques amarques efacec.pt
Quarta-Feira, 18 de Junho de 2008 - 08:37:49 WEST


Subscrevo o seu pensamento CT1AXZ . Não alinhemos  na teoria da conspiração por tudo e por nada  . Por experiência própria e porque estamos ligados às telecomunicações , somos chamados a intervir quase diàriamente para repôr serviços que caíram por motivo de roubo de cabos ou danificação dos mesmos . Os vândalos chegam ao ponto de tentar  roubar cabo de fibra óptica , que cobre não tem nenhum . Ainda anteontem ao fim da tarde apareceu aqui uma patrulha da GNR  na viatura própria , trazendo mais outra , um BMW , este com o banco de trás baixado , carregado de cabo coaxial de 7/8 " já descarnado e em pedaços , uns 150 kg , a perguntar se era nosso . E era !  É que tínhamos há cerca de um par de horas descarregado esse cabo nas nossas instalações, em terreno vedado, em plena zona industrial da Maia, e uns 5 meliantes passaram a vedação , levaram o cabo descarnaram-no do lado de fora  e eis que surge a GNR e engavetou 3 deles .O cabo, refira-se, era já sucata, pois foi retirado duma torre que foi desactivada. Os agentes da autoridade foram eficientes,  refira-se .

 

Infelizmente assim vai seguindo este cantinho ...

 

73's

 

CT1RH

 

 

  

  _____  

De: cluster-bounces  radio-amador.net [mailto:cluster-bounces  radio-amador.net] Em nome de Manuel Jesus
Enviada: terça-feira, 17 de Junho de 2008 23:09
Para: 'Resumo Noticioso Electrónico ARLA'
Assunto: RE: ARLA/CLUSTER: Sabotagem aos Repetidores da A. R. L. A.

 

Olá embora não deseje entrar em polemicas, no entanto, pessoalmente não acredito que nenhum radioamador fizesse o que foi relatado.

Para mim aquilo que penso que aconteceu, foi tentativa de roubo puro e simples, no acto de cortarem o cabo devem ter apanhado um choque de RF e deixaram lá o cabo e desistiram da façanha.

Na minha empresa infelizmente á anos e ultimamente a coisa tem estado complicada em especial na margem sul e na zona do Porto, onde nos tem sido roubado tudo o que é cobre, fomos obrigados a soldar instalações onde o cobre esteja acessivel, é uma calamidade este tipo de roubo.

As autoridades nada fazem, quando seria por vezes simples a tomada de soluções, nada se faz é por isso que este País está a ficar no caos. à dias por exemplo foram a uma das nossas torres e roubaram um desses cabos similares ao da arrabida D-Star, que servem as antenas do sistema Radio solo comboio.

Não se admirem por isso que os roubos venham a acontecer em todos os lugares onde existam antenas. 

A não ser que os emissores estejam no ar no momento do uso do alicate ou serra e que levem um valente choque.

 

Á algum tempo no norte começaram a serrar um dos nossos cabos, mas como este tinha 380 volts até lá ficou a serra e desistiram do roubo.

Por isso caros colegas, pessoalmente a ideia de sabotagem de outros radioamadores, para mim considero isso não possivel, por muitas divergências que haja.

Radioamadores não procedem desse modo.

A causa do incidente foi roubo e não outra, podem crer..

73.

 

CT1AXZ

Manuel Jesus

www.sitesmaisuteis.pt

 

 

  _____  

De: cluster-bounces  radio-amador.net [mailto:cluster-bounces  radio-amador.net] Em nome de JOSE PROENÇA
Enviada: terça-feira, 17 de Junho de 2008 1:07
Para: Resumo Noticioso Electrónico ARLA
Assunto: Re: ARLA/CLUSTER: Sabotagem aos Repetidores da A. R. L. A.

Caros amigos e consócios

 

É mais um lamento, mas quero dar por esta via o meu apoio à Direcção da ARLA, na qualidade de sócio

e também de responsável associativo.

Só o trabalho abenegado e dedicado de quem se prontifica a perder horas, gastar algum do bolso em combustíveis

e não só, tem levado por diante o trabalho e a organização associativa dos Radioamadores.

Sem dúvida que na maior parte dos casos estas situações nos levam a tornar-mo-nos mais fortes.

Espero que assim seja.

 

Força e alento companheiros

 

Um abraço, 73

 

JAP

CT2HIV

 

 



 

2008/6/16 ARLA - Associação de Radioamadores do Litoral Alentejano <cs1rla.arla  gmail.com>:

Caros colegas.


Não!... este não é um simples reenvio de um e-mail sensacionalista
qualquer, desses que circulam na Internet.

O que se pode ler em seguida e ver documentado nas fotos enviadas em
anexo, aconteceu mesmo.

Sucedeu num país chamado Portugal, tido como de "brandos costumes" e
onde existem pessoas atormentadas e sem princípios básicos de
civilidade.

Teve lugar num espaço de tempo algures situado presumivelmente entre
as 23:00 do dia 11 de Junho e as 7:00 do dia 12 do mesmo mês.

Foi possível porque alguém se lembrou de fazer um acto raramente
presenciado, (mesmo no nosso país); "cuspindo" na cara daqueles que
dão muito de si de uma forma altruísta, arcando com as despesas de
deslocação e de material, dando o melhor do seu trabalho e sonegando,
para o efeito, tempo livre precioso que pertenceria ao convívio
familiar ou social, nomeadamente a fim de manter em funcionamento
infra-estruturas em que se apoiam dos serviços de radiocomunicações de
amador mais populares e importantes.

Esta demonstração de falta de respeito para com toda a comunidade e
principalmente em relação àqueles que se sacrificam para manterem em
funcionamento equipamentos ao serviço do Radioamadorismo sem distinção
de vínculos associativos ou de origem geográfica, serviu para nos
alertar para a triste realidade de entre nós existir perversidade
capaz de tudo, inclusivamente da mesma ir tão longe como a prática dos
crimes de invasão de propriedade alheia e danificação de material, o
qual embora ao serviço de todos é igualmente propriedade privada.

Mas vamos aos factos...


Citando o Carlos Mourato (CT4RK):

No dia 11, cerca das 23:00 estive a usar o repetidor de VHF (CQ0VARB)
sem problema.

Às 7:00 da manhã do dia 12, telefonou-me o colega Jorge Santos
(CT2JIB) a comunicar-me que o mesmo repetidor juntamente com o digital
D-STAR
(CQ0DSA) não estavam operacionais.

Obviamente que com uma antena comum e com o repetidor de UHF em
perfeitas condições de serviço, suspeitei logo do diplexer.

O cabo de 45 metros heliax LDF4-50A, (contributo para o D-STAR de um
nosso colega), fora recentemente instalado e não tinha havido nenhum
temporal, pelo que, em princípio, a antena não seria a fonte da
avaria.

Estava mesmo convencido que só poderia ser do diplexer, o qual permite
o serviço através do mesmo cabo tanto ao repetidor de D-STAR como ao
de VHF.

Assim sendo, preparei as coisas, atestei a viatura, e no dia 13  (logo
calhou uma sexta 13),  às 7:00 da manhã, lá estava o eu a iniciar uma
QSY de 300km ida e volta, (mais uma) a custas próprias, ao mesmo tempo
que o João Costa (CT1FBF) e o Jorge Santos (CT2JIB) se preparavam para
o mesmo.

Quando cheguei à serra, a primeira coisa que fiz, assim que avistei as
instalações ao longe, foi olhar para a antena.

Lá estava ela direitinha a brilhar ao Sol!...

Acentuei logo as minhas dúvidas iniciais, pois dali não me pareceria
que fosse a razão da avaria, pelo menos vistas as coisas a essa
distância.

Quando entrei na casa dos emissores, averiguei todas as ligações e
testei o diplexer com uma carga fictícia .

Tudo parecia estar OK.

Liguei a antena e a leitura da ROE (SWR) era infinita...

Mauuuu!... querem ver que a ficha da antena deu o berro, ou algum
condensador dentro da antena "estoirou"???... pensei seguindo um
raciocínio lógico.

Nááá!!!.. isto é obra de "vespas" que fizeram um ninho dentro da antena.

Enquanto esperava pelo João Costa (CT1FBF) e pelo Jorge Santos
(CT2JIB), fui até à torre para ver se conseguia dali observar alguma
coisa....

E foi então que dei com a causa da avaria...

Ali mesmo aos meus pés estava um espectáculo que me deixou gelado!...

Fiquem completamente sem palavras, quase em estado de choque, com
vontade de fechar a porta, e voltar as costas ao Radioamadorismo de
uma vez por todas...

O que eu acabava de presenciar deixou-me atordoado e possuído de raiva...

Alguém, pela calada da noite, saltara a vedação ou mesmo o portão da
área interdita onde estão instalados os repetidores, e com requintes
de malvadez, "desfez" o cabo que serve os dois repetidores na base da
torre.

Depois de uma vistoria cuidada, este era o único dano visível em toda
a instalação.

Pela precisão do prejuízo causado e logo no cabo que estava em serviço
ao mais recente equipamento colocado ao serviço, levantou de imediato
todas as suspeitas que qualquer um de vós pode concluir.

Tal exactidão clínica no alvo torna evidente que terá sido um acto
ponderado e planeado de agressão e não uma atitude de vandalismo
inconsequente praticada por quem não teria outro interesse senão
estragar.

Por inveja ou por vingança foi consumado um ataque contra o trabalho
honesto que a todos serve sem distinção, mas por malvadez ou por falta
de carácter com toda a certeza, alguém actuou dessa forma cobarde.

A autoria deste delito não pode ser atribuída a sucateiros à procura de cobre.

Os sucateiros trabalham geralmente com um serrote. Para além disso,
logo ao lado está instalado um cabo com 1" 5/8, o qual possui muito
mais cobre e do qual nem sequer levaram uma limalha de metal.

Porque terão então actuado apenas no cabo mais recente e não no que
está ao serviço do repetidor analógico de UHF ?

Não é difícil no local descobrir qual o cabo certo uma vez que as
instalações do Serviço de Amador seguem padrões muito específicos.

Ficam todas as evidências a espelharem o carácter do criminoso e a sua
hipotética ligação ao Radioamadorismo.

Quem executou a acção desta selvajaria levava apenas um canivete e um
alicate universal, como demonstram as marcas deixadas no cabo.

Quem praticou este insulto, sabia muito bem o que ia fazer!... sabia
que o repetidor D-STAR tinha entrado em funcionamento há pouco tempo,
e que era aquele o cabo mais recente.

Sabia as posições habituais das antenas destinadas à emissão e das
destinadas à recepção.

Quem está na origem desta ofensa, praticou-a com a intenção de
prejudicar a A.R.L.A. em particular, destruindo aquilo que tanto
custou a construir.
Fê-lo notoriamente com intenção de silenciar o D-STAR e de desmoralizar.

A pergunta mais óbvia é a quem é que o nosso trabalho prejudica?

Sem querer levantar suspeitas é caso para perguntar a quem é que o
repetidor D-STAR da A.R.L.A. faz sombra ????...

Longe de estar a levantar suspeitas ou a acusar alguém em particular,
apenas vos informo que criminosamente tentou-se a todo o custo
"imobilizar"
o nosso projecto e desanimar quem nele trabalhou...

Desta vez não o conseguiram!!!...

Actuámos com  determinação, e em tempo considerado recorde, com a
ajuda solidária dos nossos associados e de outros colegas que nem
pertencem à nossa associação, levámos por diante um projecto que, à
luz da evidência está a ser o descontentamento de alguém.



Durante uma Sexta feira 13 com temperaturas a rondar os 37 graus, eu o
João Costa e o Jorge Santos, todos os membros da Direcção da A.R.L.A.
que estavam disponíveis, arregaçámos as mangas, e não desistimos nem
nos deixámos levar pelo desalento.

Às 16:00 todos os repetidores estavam de novo operacionais a 100%, e o
D-STAR estava agora também ligado a rede mundial pela gateway... quase
15 dias antes da data prevista!

Esta foi a nossa melhor resposta, ao acto criminoso de manifesta
inveja, perpetrado por alguém que pode ser um de nós. Alguém que vai
tão baixo que é capaz de actos criminosos como assaltar e danificar
propriedade alheia.

Por responder ficam mais uma vez questões pertinentes como - a quem é
que a A.R.L.A., uma associação que trabalha em prol do Radioamadorismo
sem destinção e que nunca se negou a cooperar, poderia estar fazer
sombra????

Quem estará interessado em silenciar repetidores que lhe podem servir
a si mesmo?

Cada um que tire as suas conclusões pois as dúvidas que nos assaltam
são muitas!!!!...

A liberdade permite-nos formar e defender opiniões diferentes, mas não
dá a ninguém idoneidade para destruir a propriedade alheia...
sobretudo aquilo que tanto custa a construir. Também em relação à
autoria deste atentado ao nosso trabalho somos livres de concluir o
que quisermos, embora guardemos para nós próprios as nossas mais
evidentes e manifestas suspeitas.

A este tipo de criminosos e vândalos, que possivelmente até andam
entre nós, respondemos aos seus actos vergonhosos com trabalho
honesto, competência, dedicação, prontidão e orgulho de darmos o nosso
melhor ao serviço dos Radioamadores sem distinção alguma.



Perante tais acontecimentos, a A.R.L.A. não teve alternativa senão
imediatamente contactar as autoridades competentes.

Fez-se a devida participação da ocorrência que nos competia, e
recebemos a informação de que de futuro seriam feitas rondas na zona,
tendo especial atenção a automóveis estacionados naquela área.

Por outro lado, a A.R.L.A. irá prevenir futuras ocorrências idênticas,
instalando imediatamente, entre outras, uma câmara de vigilância, com
visionamento remoto, e visão nocturna, actuada por PID, com alarme
enviado para os telemóveis dos membros da Direcção, podendo à
distancia, proceder à gravação de imagens.



Lamentamos profundamente ter que divulgar esta mensagem.

Lamentamos ainda mais profundamente difundir esta noticia, mas não
podemos lamentarmo-nos de sermos quem somos...

Temos orgulho de levar por diante os nossos projectos, os quais serão
sempre em nome do Radioamadorismo...

Talvez o perverso autor ou autores desta infame forma de expressar
através de um crime o respectivo descontentamento, lendo esta notícia
tenha motivos para se envergonhar.

Espero que daqui para diante possa viver afogado nos seus remorsos,
desilusões e frustrações. Só espero que um dia, as pessoas que
promovem e praticam estes actos, possam cometer um erro numa situação
idêntica a fim de serem levados à justiça.

Como sempre, a verdade acabará por se revelar!!!

Ainda assim, continuaremos a trabalhar para todos sem rancor...
cooperando e colaborando com todas as associações congéneres e
incluindo eventualmente nos nossos projectos os que atentam contra os
mesmos.


A Direcção da ARLA - Associação de Radioamadores do Litoral Alentejano.


--
-------------------------------------------------------
Este e-mail destina-se a fornecer informações de utilidade para os
Radioamadores e não poderá ser considerado SPAM. Esta mensagem está de
acordo com a legislação Europeia sobre o envio de mensagens. Qualquer
mensagem deverá estar claramente identificada com os dados do emissor
que deverá proporcionar ao receptor a hipótese de ser movido da lista.
Para ser removido da nossa lista, basta que nos responda a esta
mensagem colocando a palavra "Remover" no Assunto. (Directiva
2000/31/CE do Parlamento Europeu; Relatório A5-0270/2001 do Parlamento
Europeu.)

_______________________________________________
CLUSTER mailing list
CLUSTER  radio-amador.net
/cluster/listinfo/cluster




-- 
CT2HIV
José A. Proença
IM58KP 

-------------- próxima parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL: /cluster/attachments/20080618/a4720f46/attachment.htm


Mais informações acerca da lista CLUSTER