RE: ARLA/CLUSTER: Construa sua Antena de Polarização Circular Omnidireccional..

Manuel Artur Rodrigues manuel.artur rr.pt
Sexta-Feira, 15 de Fevereiro de 2008 - 10:51:24 WET


Caro colega Costa.

A minha pena é por vezes estar ausente, e outras não ter tempo quase para dormir, mas vamos tentando arranjar alguns bocadinhos para tentar por em palavras simples o que por vezes parece complicado, porque há muita coisa complicada
73´s

Manuel Artur
C T 1 A E D 


-----Mensagem original-----
De: cluster-bounces  radio-amador.net [mailto:cluster-bounces  radio-amador.net] Em nome de João Gonçalves Costa
Enviada: quinta-feira, 14 de Fevereiro de 2008 17:50
Para: 'Resumo Noticioso Electrónico ARLA'
Assunto: RE: ARLA/CLUSTER: Construa sua Antena de Polarização Circular Omnidireccional..

Caro Colega Manuel Artur, CT1AED.

Simplesmente excelente a sua explanação e a partilha dos seus profundos conhecimentos com esta nossa comunidade. É com estas simples explicações, vindas de um profissional, que todos poderemos aprender mais e melhor.

Os meus mais sinceros PARABÉNS e AGRADECIMENTOS, em nome da Moderação da Lista ARLA/CLUSTER e de todos os seus subscritores, pois todos só temos a ganhar com que possa participar muito mais activamente nesta Lista.

João Costa
CT1FBF

________________________________

From: cluster-bounces  radio-amador.net [mailto:cluster-bounces  radio-amador.net] On Behalf Of Manuel Artur Rodrigues
Sent: quinta-feira, 14 de Fevereiro de 2008 15:25
To: Resumo Noticioso Electrónico ARLA
Subject: RE: ARLA/CLUSTER: Construa sua Antena de Polarização Circular Omnidireccional por Fabio(PY2LY)



Caros colegas



Verifico que ninguém fez  qualquer comentário a este tipo de antena, de facto elas não são muito usuais nas nossas lides de amadorismo.

No diz respeito a estas antenas de facto o tipo de polarização é circular, independentemente do lugar onde se efectue a medida. (desde que o seu suporte não produza qualquer efeito), ao contrário dos dipolos colocados a 90º entre eles, que só tem polarização circular no seu plano frontal e traseiro à sua posição.

Este tipo de antena é sim usual, nas nossas comunicações via satélite, quando agregada a um reflector também em cruz, para uma recepção mais ampla em azimute do referido satélite, ou então com reflector e alguns directores, configurando assim uma direccional.



Voltando à  antena de polarização circular omnidireccional, discordo com algumas afirmações escritas, pois nunca vi qualquer agregado destas antenas (ou de outras ) afastadas de ½ onda, mas sim de aproximadamente 1 comprimento de onda, e digo aproximadamente porque, normalmente em radiodifusão fazem-se  umas contas para baixar o Tilt (ângulo de radiação) com a finalidade de efectuar uma cobertura mais perto com maior intensidade.



Quanto à ligação entre elas,  utiliza-se sempre cabo de 50 ohms, pois as que conheço são de 50 ohms, agregadas a  divisores de potencia de 3 portas 4 portas ou de 5 portas  conforme o numero de elementos a instalar ( e penso que também há de 6 portas, mas todas as portas de 50 ohms).



Falando de um elemento sozinho como o da figura, a sua irradiação é circular tanto no plano H com no plano E, +/- 1 db, ou seja irradia algo semelhante a uma esfera .



Na prática verifica-se que as antenas que tem os elementos a 120º tem uma melhor radiação circular.

As que são construídas com os elementos a 90º verifica-se que a radiação não é tão circular, mas sim um pouco elíptica, predominando mais a polarização vertical, e não é por acaso, a grande maioria de estações receptoras em radiodifusão são estações moveis com antenas ou na vertical ou na obliqua.



Não esquecer que comparativamente ao dipolo de ½ onda , quando utilizamos uma antena com esta configuração na emissão, para colocarmos o mesmo sinal numa determinada estação móvel (que utilize uma antena vertical, ou seja de polarização linear) , temos que grosso o modo duplicar a potencia do emissor .



Quanto a esta antena minimizar os efeitos do multipercurso (multipath) nas estações moveis, não é bem assim, porque os multipercursos não são criados pela antena,  mas sim recebidos pela antena de recepção função da sua localização.



Bom o texto já vai grande,  e com sabeis há muito para falar acerca de antenas, espero ter contribuído um pouco para simplificar coisas que as vezes parecem  complicadas



73´s a todos







Manuel Artur

C T 1 A E D




_______________________________________________
CLUSTER mailing list
CLUSTER  radio-amador.net
/cluster/listinfo/cluster




Mais informações acerca da lista CLUSTER